Como Ajudar AFPAD

Domoweb


História


       A Associação Famalicense de Prevenção e Apoio à Deficiência, Instituição Particular de Solidariedade Social, foi constituída em 27 de Janeiro de 1993, com registo no livro das Associações de Solidariedade Social efetuado em 30 de Dezembro de 1994, tendo sido considerada Pessoa Coletiva de Utilidade Pública (ver 1 e 2 folha da certidão na pág. 8).

       A sua constituição ficou a dever-se a um Grupo de Pais e Amigos dinamizados por Técnicos da Segurança Social de Vila Nova de Famalicão que sentiram dificuldades ao nível do apoio a crianças e jovens com deficiências e incapacidades. Dada a impossibilidade de resposta das estruturas existentes e o elevado número de casos detetados no concelho, iniciou-se um movimento de congregação de esforços, com o intuito de satisfazer as necessidades detetadas.

       Assim, o grupo de Pais e Técnicos elaborou os estatutos e em 7 de Julho de 1995 estes foram apresentados para aprovação ao Ministério do Emprego e Segurança Social. O seu registo definitivo foi realizado pela Direção Geral de Acão Social em 23 de Agosto de 1995. Esta Associação inicialmente com sede na Escola Sede n.º 4, assumiu, em 1995, o Apoio Técnico Precoce a crianças com necessidades educativas especiais ou em risco grave de atraso no desenvolvimento e suas famílias.

       As primeiras instalações foram em pequenas salas alugadas à Associação de Moradores das Lameiras, com condições de espaço e luz inadequadas mas onde se iniciou um trabalho muito válido com o apoio da Câmara Municipal e dos Ministérios da Educação e do Emprego e Segurança Social.


Primeiras instalações da AFPAD ( Edifício das Lameiras )


       Dadas as necessidades locais, e com o apoio do Ministério da Solidariedade e Segurança Social, foi criado, em Setembro de 1997, o Centro de Atividades Ocupacionais em espaço cedido pela Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão e em articulação com a escola sede n.º 4. Em Janeiro do mesmo ano foi alugado um apartamento, no centro da cidade, que serviu de suporte às atividades da Associação, nomeadamente com a confeção das refeições do Centro de Atividades Ocupacionais, os gabinetes técnicos, os serviços de terapias, os serviços administrativos e da direção.

       Em 1999, a Associação adquiriu o rés-do-chão amplo do edifício da Cooperativa Tripeira, sito na Rua António Sérgio, freguesia de Calendário, tendo procedido a um vasto conjunto de obras para proporcionar ótimas condições de espaço e funcionalidade. Em Janeiro de 2001 foi possível a transferência para estas instalações da sede, da Intervenção Precoce, do Centro de Atividades Ocupacionais, das Terapias, dos Serviços Administrativos e Diretivos da Associação.


Sede da AFPAD


       Entre 1995 e 1999 a AFPAD foi co-promotora, em conjunto com o Serviço Sub-Regional do Norte, do Projeto “Novos Rumos”, enquadrado no programa de luta contra a pobreza que abrangeu todo o concelho com especial incidência na área da deficiência (levantamento de necessidades, recolha de dados e caraterização dos casos, encaminhamento, apoio, informação e sensibilização da comunidade e famílias, articulação da atuação com os vários serviços e entidades envolvidas nesta problemática, etc.). Entre Março de 1996 e Dezembro de 1997, promoveu também, através de candidatura apresentada ao Programa “Ser Criança”, o Projeto “ Ser Criança Sem Barreiras” que abrangeu um total de 40 crianças com necessidades educativas especiais ou em risco grave de atraso no desenvolvimento e suas famílias.

       O desenvolvimento da dinâmica subjacente ao funcionamento da AFPAD levou-a à criação do Lar Residencial “A Minha Casa”, alugando para o efeito uma moradia, onde foi indispensável proceder a obras de beneficiação e à adaptação das instalações, para garantir os requisitos ao funcionamento do Lar. Esta resposta encontra-se em funcionamento desde Agosto de 2001, tendo celebrado acordo de cooperação com o agora Centro Distrital de Solidariedade e Segurança Social de Braga.

       Este projeto teve o apoio do Instituto do Emprego e Formação Profissional através da criação de uma Empresa de Inserção, que permitiu a formação e integração profissional de parte da equipa.


Lar Residencial "A Minha Casa"


       Em 2002 foi introduzido o Serviço de Apoio de Terapias e Serviços Complementares para responder às necessidades de pais e encarregados de educação de crianças a frequentar o Ensino Básico e com necessidade de apoio em terapias e serviços complementares.

       A AFPAD é uma Instituição para pessoas com deficiências e incapacidades do Concelho de Vila Nova de Famalicão, sem fins lucrativos, que apoia crianças, jovens e adultos e suas famílias. A Intervenção Precoce na Infância tem capacidade de resposta para 40 crianças/famílias, o Centro de Atividades Ocupacionais tem capacidade para 20 clientes/famílias e o Lar Residencial para 12 clientes/famílias.

       Em 2013 a AFPAD obteve a certificação dos serviços prestados nas respostas sociais de Lar Residencial e Centro de Atividades Ocupacionais pela APQ (Associação Portuguesa para a Qualidade), cujos referenciais da qualidade se baseiam no EQUASS (European Quality for Social Services – Assurance).

       Em Maio de 2014 foi introduzido e criado o serviço do Centro de Estimulação de Alzheimer/Doenças neurodegenerativas, para atender casos de pessoas com doenças neurodegenerativas, nomeadamente doença de alzheimer, demências, doença de Parkinson entre outras.